Destino: Maceio - AL : Viagem Pronta - Operadora de Turismo

Maceio

Alagoas-AL


Uma Maceió de motivos para se apaixonar.

Maceió, capital de Alagoas, é banhada por lagoas, um mar que mescla o azul-turquesa e o verde-esmeralda e belas praias ornadas por jardins de coqueirais. Conhecida como “Paraíso das Águas”, hoje é considerada como o “Caribe Brasileiro” devido às suas belezas naturais que atraem turistas de todo o mundo.

O seu nome é de origem tupi. Os índios batizaram o lugar de “Maçayó” ou “Maçai-o-k”, que significa “O que tapa o alagadiço”. Historiadores afirmam que a capital do Estado de Alagoas nasceu de um antigo engenho de açúcar, por volta do século 18. Para outros, por ser praiana,  seu surgimento está ligado a uma pequena vila de pescadores. Seja qual for sua origem, do mar ou do açúcar, Maceió é um lugar abençoado por Nossa Senhora dos Prazeres.

A cultura maceioense é expressiva e marcante, principalmente pelo seu rico folclore, além de seus artistas, escritores e músicos como o cantor e compositor Djavan e o poeta Lêdo Ivo. Entre as manifestações folclóricas há os folguedos como: Caboclinho, Carvalhada, Chegança, Bumba Meu Boi, Coco Alagoano, Festa de Reis, Guerreiro, Pastoril, Reisado, Quilombo e Zabumba. O artesanato representado pelo filé e pela cerâmica que encanta a todos por sua criatividade, originalidade e beleza.

As belezas naturais de Maceió

Das praias às piscinas naturais repletas de peixes coloridos, a beleza da natureza convive em harmonia com a cidade e seus encantos culturais e históricos. Seja pelo clima ou mar perfeito para relaxar em águas mornas e cristalinas, há um fascínio convidativo em Maceió.

As praias de Pajuçara, Ponta Verde, Jatiúca e Cruz das Almas ficam em área urbana e compõem a orla marítima de Maceió, considerada a mais bonita do Brasil. Nesta área, é possível usufruir de excelentes hotéis, restaurantes, bares, pizzarias, cervejarias, ciclovia e um calçadão com quiosques. Ao final da tarde, ele se transforma em uma passarela perfeita para a prática de atividades físicas ou simplesmente para apreciar o pôr-do-sol.  Também é possível conhecer praias mais afastadas no litoral norte, como Ipioca, Pratagy, Mirante da Sereia, Riacho Doce, Garça Torta, Guaxuma e Jacarecica.

O passeio de barco na Lagoa Mundaú e Manguaba é garantia de um momento inesquecível em Maceió. No bairro Pontal da Barra, é possível realizar o ‘Passeio das Nove ilhas’,com barcos que navegam em um arquipélago localizado na Lagoa Mundaú.  Das nove ilhas, oito delas ficam na capital alagoana e uma em Marechal Deodoro, município vizinho. São elas:

- Ilha do Irineu: Tem esse nome em homenagem ao Senhor Irineu, velho pescador da região, conhecido em todo o Brasil por ser um dos poucos trígamos do país;

- Ilha das Andorinhas: Tem esse nome porque há vários ninhos de andorinhas na ilha e ocorre todo ano um fluxo migratório na região dessas aves;

- Ilha do Fogo: Possui esse nome porque no local havia um alambique de pinga, que faliu anos depois porque os funcionários consumiam o produto;

- Ilha de Santa Marta: O nome é uma homenagem a Santa Marta;

- Ilha do Almirante: Tem esse nome porque lá viveu um almirante da marinha que faleceu lá mesmo;

- Ilha de Um Coqueiro Só: Possui esse nome porque em 1989 uma enchente devastou a ilha e só sobreviveu um coqueiro na região;

- Ilha das Cabras: Tem esse nome porque um fazendeiro criava cabras na ilha, mas teve que interromper a criação por causa da poluição da região;

- Ilha Bora Bora: Ganhou esse nome porque o povo da região encurtava a palavra “embora” para “bora”, quando queria-se ir para a ilha.

- Ilha de Santa Rita: Pertence ao município de Marechal Deodoro. É a maior ilha lacustre do país, pois possui 12 km². Atualmente, a ilha é uma área de preservação ambiental porque possui uma fauna e uma flora riquíssimas.

 

FIQUE SABENDO QUE…

Para ir de jangada até a paradisíaca piscina natural da Pajuçara, a apenas 2km da costa, é importante consultar a Tábua de Marés. O ideal é de 0.0 a 0.5. Procure jangadeiros credenciados no local.

Em 2010 foi inaugurada a primeira jangada adaptada da capital, que leva cadeirantes às piscinas naturais da famosa praia de Pajuçara.

 

MIRANTES

– Mirante Ambrózio Lira:  Localizado na Rua Ambrósio Lira, bairro do Farol, entre as Ladeiras do Brito e dos Martírios. Por ele, observa-se o mar da Praia da Avenida e todo o resto da costa que vai até o Pontal da Barra e o Centro da cidade de Maceió.

– Mirante Chã de Bebedouro: Localizado na Avenida Osvaldo Cruz, estrada de Santa Amélia, no Bairro da Chã de Bebedouro. Boa parta da Lagoa Mundaú pode ser vista de lá.

– Mirante do Cortiço: Por trás do Colégio Santíssimo Sacramento, no bairro do Farol, proporciona a vista do Centro da cidade e parte da Praia da Avenida.

– Mirante Kátia Assunção: Localizado no bairro do Jacintinho, avista-se quase todo o litoral da cidade, desde a Praia de Cruz das Almas até a Praia da Avenida, onde está localizado o porto da cidade.

– Mirante da Sereia: Localizado no litoral norte, na AL 101 norte, está na Praia de Pratagy – Mirante da Sereia. Avista-se o mar de Pratagy, com sua piscina natural, rodeada de arrecifes, onde está localizada a estátua da sereia.

– Mirante de São Gonçalo: Próximo a Igreja de São Gonçalo, no bairro do Farol. Avista-se o Centro da cidade, o mar da Pajuçara e Ponta Verde, o Porto de Maceió e toda extensão da costa sul.

– Mirante de Santa Terezinha: Em frente a Igreja de Santa Terezinha, no bairro do Farol. É possível ver, parcialmente, a Lagoa Mundaú, o Palácio dos Martírios e o Estádio Rei Pelé (conhecido como Trapichão).

 

fonte: maceio.al.gov.br